INFORMAÇÕES  SOBRE FINANCIAMEN


A Caixa Econômica Federal tornou mais difícil o financiamento de imóveis usados. A mudança no empréstimo foi anunciada na segunda (27), mas começa a valer a partir do dia 4 de maio, somente para as compras de imóveis usados, com recursos da poupança.

O total a ser financiado será reduzido para os imóveis acima de R$ 190 mil até R$ 650 mil na maioria dos estados.

No Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, o valor do imóvel pode chegar a R$ 750 mil.

Atualmente é possível financiar até 80% do valor da casa ou apartamento. A partir de maio, o limite máximo passará a ser de 50%.

Em qualquer dessas situações, o comprador poderá utilizar o dinheiro que tem na conta do FGTS. Já para casas ou apartamentos acima de R$ 750 mil, em que o FGTS não pode ser usado, o consumidor irá financiar apenas 40% do valor do imóvel.

Essa não é a primeira mudança nos financiamentos da casa própria. Há duas semanas, a Caixa aumentou as taxas de juros. Dessa vez, o argumento é que, neste ano, o foco do banco será em imóveis novos e os de habitação popular, como os do Minha Casa, Minha Vida. Para o programa, também não houve mudança de regras.


fonte: G1.com